quinta-feira, 2 de outubro de 2008

MULHER



Meninas me ajudem por favor e entendam a minha revolta.
Hoje resolvi escrever sobre uma coisa que está me incomodando muito, as mulheres, é, as mulheres, claro que não estou falando de todas as mulheres, mas de um grupo, vou tentar explicar, primeiro não podia deixar de fazer uma pergunta:

Em qual lugar do espaço perdemos a mulher que um dia fomos, não nós, mas as nossas mães e avós.


Algumas antecessoras nossas Criaram uma revolta contra uma época, contra o que um dia elas foram, com isso aconteceu a liberação e a queima dos sutiãs, tudo isso é ótimo, concordo em grau, gênero e número, devemos sim ter direito sobre o nosso corpo, dar e ter prazer, viver como quisermos, ficar com quantos aparecer na noite, a vida é nossa, ok!
Mas alguma de nós perdeu o bom senso e ridiculariza toda uma classe, e nós expõe de uma forma que não temos como contestar, o que explica chegar a uma banca de jornal e ver uma mulher praticamente nua de bunda para cima, mostrando quase tudo, na primeira página de um jornal? e o pior, o cidadão do lado te olhando como se você fosse igual a aquela ali da foto.
Algumas vão dizer: cada uma faz o que quiser da vida é o trabalho dela, etc, etc, mas na minha cabecinha antiquada não entra de jeito nenhum essa exposição louca que acontece por ai.

E volta a pergunta:


Onde foi parar a mulher?

3 comentários:

MELISSA S disse...

O que é mulher? As noções do que ser e não ser são tão individuais quanto os nossos cús... rs Sério... O importante é ser feliz. E se eu fosse feliz mostrando a minha bunda no jornal, seria mais fácil o ser do que com o sonhos audaciosos e difíceis que tenho. Na verdade não importa o tipo de mulher que a melancia ou a Eliane Brum quer ser ou é. Mais vale uma melancia feliz do que uma Brum triste. Mas eu sou bem suspeita pra opiniar... Adoro a anarquia e, pra mim, quanto menos concepções sobre as coisas tivermos, tanto melhor! Bjs

Delirios de mulher disse...

Eu também acho horrivel essa exposição.
Mais sabe?
Não são só as mulheres que fazem esse tipo de coisa.
Também há muitos homens se expondo por aí dessa forma.
Acho que cada um faz o que quer da vida,isso é certo.
O errado e ridiculo é generalizar,como você disse no post,homens e mulheres achando que todos são iguais aos das revistas.

Bjs

MELISSA S disse...

Certo, juro que vou me concentrar nas qualidades... Vms ver se rola! rs Beijos