quarta-feira, 22 de abril de 2009

ELA!

Ela nasceu em 1912 em Pernambuco. Casou com 19 anos, ficou viúva aos 23, criou 2 filhas sozinha. A mais velha, minha mãe, foi para o colégio interno, hábito das famílias tradicionais, minha tia ficou em casa.
Trabalhou em tudo, sobreviveu. Quando tinha 42 anos casou pela 2ª vez, com meu vô padastro, ele com 26 anos. Ela era demais, queria viver.....Separou-se ele a traiu.
Para ela isso nunca.
Continuou a viver, dessa vez sozinha, agora os netos, sempre por perto. Eu a mais velha, a queridinha.
A idade foi chegando, com 77 foi viver com a filha mais velha, minha mãe. A vidinha foi caminhando, a idade chegando e as consequencias de se viver muito.
Hoje com 96 ( 12 de Junho faz 97), foi internada no CTI, seu corpo frágil não está aguentando mais. A comida não nutre mais, uma gripe vira uma grande inimiga, o pulmão claro, cheio de secreção.
Eu como da área da saúde, sou a primeira a receber as noticias mais chatas.
Ela está grave. Vamos aguardar.
Não estamos tristes, claro que o sentimento de perda existe. Aquela que foi um dia, não existe mais.
Mas sabemos e acreditamos em algo maior, que nós aguarda, quando esse corpo físico não for mais a nossa morada.
Vamos aguardar.......
O nome dela Antônia.
Minha Vó!

8 comentários:

Loira e Morena disse...

Querida, só oq posso te desejar é forças para passar por esse momento dificil!

Beijaooo da Morena!

Dai disse...

Linda, que triste..
Mas emocionante a história da sua avó..Só sentimos essa angústia quando estamos à margem de um sofrimento de um ente querido(como foi com meu pai).
Melhoras pra sua forte avó..
E fique bem e aceite tudo que o destino reserva a voce...mas sem deixar de lutar.

Nina disse...

Que bela é dona Antônia!!! vó Antonia.
Tenho fascínio por vós, viu Ana? tive uma tao maravilhosa, impossivel esquecer. Assim como sua, a minha tbm foi corajosa em largar homens que nao a tratavam como elas mereciam.

A sua vovó tá vivendo mt mais do que a minha querida vó Laura viveu. Vc curtiu entao a corujice de ser a neta mais velha, né?? Da minha eu sinto falta até hoje, do carinho que vinha dela, e ja fazem 25 anos que ela partiu!

Um beijo na vovó Antonia, que Deus lhe guarde e proteja.
Um beijo carinhoso nessa vovozinha forte.

Não Somos Apenas Rostinhos Bonitos disse...

Que avó linda que você tem!

Anita disse...

Força e serenidade !

Iêda disse...

É emocionante o seu relato. Mesmo sabendo da força com que ela levou a vida e tudo mais, sei o quanto é difícil aceitar uma situação dessas. Mas, desjo força a vc, tanto qto a dela até hoje. beijão

AC Rangel disse...

Um beijo para sua avó...onde quer que ela esteja.

Joaninha Bacana disse...

Oh, Ana Rosa :o( Um abraco bem grande pra você e Vó Antônia!!!
Beijos, Angie