segunda-feira, 29 de junho de 2009

Será?????

Hoje no meu primeiro dia de férias, que prometi a mim mesma que será bem proveitosa e produtiva, estava vendo uma das muitas reprises da TV paga de nosso País, por acaso Manhattan conection. Um programa bem atual, com reportagens inteligentes.
Uma me chamou a atenção, pois me surpreendeu bastante, as bibliotecas estão desaparecendo. Isso mesmo, acabando, não aqui, em nosso mundinho chamado Brasil, mas no mundo todo e mais assustadoramente nos EUA, isso senhores.
A possibilidade de alunos de escolas, folhearem um livro no futuro é remota, pois o mais importante é acesso livre a internet nas escolas e universidades. As bibliotecas, ficaram em segundo plano, segundo avaliação das autoridades.
Então, guardem a sete chaves seus livros, pois no futuro serão raridades e quem sabe, só os seus filhos poderão ter oportunidade de folheá-los.

7 comentários:

Sheila disse...

Infelizmente cada vez mais os alunos desaprendem a pesquisar em livros ou usá-los mesmo para leitura. Um menininho de 13 anos me contou, quase com orgulho, que nunca tinha lido um livro na vida!

E com a internet - e o pouco-caso de professores - o ctrl c + ctrl v virou a fonte dos trabalhos escolares... Que pena!

Elaine disse...

Olá!
Este é um comentário-convite:
Estou começando uma promoção em meu blog e ficarei muito feliz se você participar.
Conto com você.
Beijos e fique com Deus.

Quem é tua Dona? disse...

Até os diplomas estão sendo extintos, não é de espantar que as bibliotecas estivessem também...
Adorei o blog!

Beijos,
Anita.

Joaninha Bacana disse...

Aqui na Alemanha as bibliotecas ainda estao firmes e fortes. Em Aachen há inclusive um ônibus-biblioteca: é uma espécie de van, lotada de livros, que passa em diferentes bairros a cada dia da semana :-) Outra coisa legal é que algumas bibliotecas também incluíram dvds e videos nos acervos, principalmente de filmes mais cults (o que acaba atraindo mais gente também).
Beijocas, Angie

Loira e Morena disse...

Nossa, fala sério né, como podem!?
Sempre q eu fazia trabalho mesmo procurando na internet tinha ter uma fonte de um livro, será q agora isso já se foi?! E olha q eu parei de estudar a pouco.

Beijaooo da Morena!

Luciana Onofre disse...

Olá!
Criamos este selo o "Leitora nota 1000 Mamys Blogs" e o oferecemos a cada uma de vocês, visite o Mamys e traga-o para seu espaço :D
http://tinyurl.com/llas2s

Paulo Tamburro disse...

Ana, você ovbviamente, como uma professora aplicada, já ouviu falar na "morte da permanência".

Este termo foi criado e aplicado por um sociólo futurista, excepecionalmente, bom chamado Alvin Toffler, lá pela década de 70

Ele tem 5 livros editados no Brasil, mas os campeões de audiência são sem dúvida: "O
choque do futuro" e a "Terceira onda".

Em ambos ele descreve de forma pedagócica e sociológicamente corretíssima ,o que poderemos esperar desta nova sociedade globalizada, informatizada, robotizada da Era do Conhecimento.

São livros imperdíveis e na faculdade, aluno meu que não os lê, terá muita dificuldade em fazer minhas provas.

Uma das leituras de cenários estratégicos possiveis da sociedade da informação e do conhecimento, está a abordagem dele sobre a substituição do livro pelos textos virtuais.

Pensando bem,não fosse a grande industria gráfica em processo de normalidade de produção, hoje a informação, cultura e formação educacional, já poderia ser somente,pela internet.

Antigamente, as Listas Amarelas, umm catálogo telefônico , aplicava um texto de market, que ficou famosos. Eles diziam: Nas Listas Amarelas , você encontra praticamente tudo".

Lembra-se?

Então,hoje podemos afirmar que na internet você encontra tudo!!!

Concordo que , muito mais cedo do que pensamos os livros serão peças de museu.

Um abração.